Você está no Portal Noivas de:

Métodos Anti-concepcionais

metodos-anti-concepcionaisA escolha do método contraceptivo deve ser sempre personalizada levando-se em conta fatores como idade, números de filhos, compreensão e tolerância ao método, desejo de procriação futura e a presença de doenças crônicas que possam agravar-se com o uso de determinado método. Como todos os métodos têm suas limitações, é importante que saibamos quais são elas, para que eventualmente possamos optar por um dos métodos.

Há vários tipos de contraceptivos, conheça um pouco mais sobre eles:

  • Pílula
  • Injeção anticoncepcional
  • Diu
  • Ligadura de Trompas
  • Diafragma
  • Camisinha
  • Feminina
  • Tabelinha
  • Coito interrompido
  • Pílula do dia seguinte


Pílula

A pílula anticoncepcional é um dos melhores métodos para se evitar uma gravidez indesejada.Existem diversos tipos de pílula porque existem diversos tipos de mulheres. Seu médico é a melhor pessoa para decidir que tipo você deve tomar.A pílula funciona através da ingestão diária de uma pequena quantidade dos hormônios que são produzidos nos ovários.Esta ingestão diária de hormônios, iguais aos que você normalmente tem, acaba enganando o sistema de regulação do seu organismos que imagina estar você grávida.Com isto é inibida a ovulação. Os óvulos não são mais liberados pelos ovários e você não engravida.Ao final de uma cartela a parada da ingestão dos hormônios causa uma menstruação.

Injeção anticoncepcional

As injeções anticoncepcionais devem ser injetadas na região glútea, ou nádegas.Deve ser usada uma agulha 30 x 8 e a injeção deve ser profunda. Não massagear o local da injeção.Existem tres tipos de anticoncepcionais injetáveis: Uno-Ciclo e Perlutan, Mesigyna e Cyclofemina, e Depo-Provera 150.As principais indicações das injeções são para as mulheres que esquecem a pílula, que não podem tomar a pílula via oral, e para as mulheres que tem de esconder o anticoncepcional.Somente o seu médico pode receitar injeções anticoncepcionais para você.


DIU

O DIU ou Dispositivo Intra Uterino é uma pequena peça de plástico recoberta com cobre que é colocado dentro do útero.O Diu é tão eficiente quanto a pílula e é uma boa escolha para aquelas mulheres que já tem filhos e que desejam espaçar a próxima gravidez por mais de dois anos, ou para aquelas que tem dúvidas sobre uma solução definitiva.Os Dius mais modernos duram de 5 a 10 anos no organismo da mulher.São colocados dentro do útero pelo médico e é necessário que a mulher faça controle periódico do Diu.Nem sempre mulheres que não tiveram filhos se adaptam bem ao Diu.Os DIUs atualmente usados são à base de fios de cobre que destroem os espermatozóides dentro do útero não permitindo portanto a fecundação.

Ligadura de Trompas

A ligadura de trompas é realizada nas mulheres que nunca mais querem filhos. Pode ser feita de várias maneiras mas sempre exige internação e anestesia geral ou regional. É uma cirurgia de esterilização voluntária definitiva e, por isto, a mulher tem de ter certeza absoluta que nunca mais poderá ter filhos.


Diafragma

Diafragma é um pequeno anel de metal recoberto por uma película de borracha ou silicone que é colocado pela mulher dentro da vagina antes da relação e retirado 12 horas após.Ele impede que os espermatozoides entrem no útero.Uma das vantagens do diafragma é sua discreção. Só você sabe que está usando.Inicialmente o tamanho do diafragma deve ser medido por um médico.A duração do diafragma é muito grande, bastando cuidados de conservação.Para ser eficiente ele tem de ser usado junto com um creme espermaticida.

Camisinha Feminina

A camisinha feminina é um método novo no Brasil e pode ser encontrada nas principais redes de drogarias.Tem todas as vantagens da camisinha masculina.Deve ser usada pela mulher antes da relação e retirada logo após.

Tabelinha

Tabelinha é um método baseado em cálculos sobre a possibilidade da mulher engravidar em épocas diferentes do Ciclo Menstrual.Teoricamente a mulher é fértil no meio do seu ciclo. Ou seja nos ciclos mais comuns de 28 a 30 dias a fertilidade máxima seria entre o 13º 14º e 15º dia, contando o primeiro dia da menstruação como dia 1º.Mas isto é válido para quem quer engravidar e não para quem quer evitar.Uma regra fácil e uma tabelinha que tem chance de dar certo é a seguinte.Anote num calendário o primeiro dia da menstruação.Marque em azul os dias que você pode ter relações: entre o 1º dia e 9º dia da menstruação. Lembre-se conte sempre a partir do 1º dia da menstruação.Marque em vermelho os dias em que você não pode ter relações: do 10º ao 19º . Nestes dias você pode usar uma camisinha masculina ou feminina.Do 20º até a próxima menstruação, pode ficar despreocupada novamente, marque em azul.

Veja o gráfico:

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

 

Dias livres
Dias Perigosos

Lembre-se:

  • Não confie na memória.
  • Marque o primeiro dia da menstruação num calendário.
  • Nunca conte do último dia da menstruação. Isto não tem nenhum valor.Dia começa à meia-noite, certo ? Se mudar o dia e você entrar no vermelho use a camisinha.
  • Apesar de ser muito raro há casos de mulheres que engravidaram em qualquer época do ciclo, até mesmo na menstruação.
  • Tabelinha é extremamente perigoso em adolescentes pois seu ciclo pode sofrer variações muito grandes de mês a mês.

Coito interrompido

Coito interrompido, é quando o homem, segundos antes da ejaculação, retira o pênis e ejacula fora da vagina.Método muito pouco eficiente pois as secreções do pênis na fase de excitação podem conter espermatozóides vivos.E também porque é muito difícil conter a ejaculação.Para evitar a sensação de ejaculação os homens costumam pensar em coisas estranhas tal como um trem em alta velocidade se dirigindo para o casal ou contar de 2001 para trás...Já pensou se o cara erra a conta ou o trem sai do trilho ?

Lembre-se: este é um método pouco seguro.

Pílula do dia seguinte

Anticoncepção de emergência é a administração de medicamentos até 72 horas após a relação desprotegida ou acidental visando evitar a gravidez.Também é chamada de pílula do dia seguinte.Dentro de suas características só deve ser usada em caso de emergência e não como método anticoncepcional de rotina.

Nem sempre surte resultados e pode ter efeitos colaterais intensos.Usada até 24 hs da relação tem um índice de falha de 5 %. Entre 25 e 48 horas o índice de falha aumenta para 15 % e entre 49 e 72 horas o índice chega a 42 % de falhas.Isto significa dizer que deve ser usada tão logo seja possível após a relação desprotegida.Deve sempre ser receitada por médico ginecologista e não pode ser usada de maneira habitual. Ou seja é de emergência.

Em caso de necessidade você deve procurar um serviço de ginecologia ou seu médico pessoal urgente.