Jantar de casamento

Os convidados estarão devidamente sentados.

Reserva-se a mesa principal para os noivos, o sacerdote se estiver presente, os membros das duas famílias procurando-se o entrelaçamento e observando-se as normas de precedência. Nesse esquema as mesas mais próximas à principal têm uma designação de lugares também seguindo o critério da precedência.

  • Recomendamos que nessas mesas, quando possível, representando os anfitriões, se sentem membros de uma das duas famílias;
  • Geralmente é servido entre 22 e 23 hs;
  • Obrigatoriamente precedido de um coquetel;
  • Os garçons deverão estar devidamente uniformizados e ter obrigatoriamente as duas mãos calçadas com luvas brancas;
  • Quanto ao cardápio, fica a escolha dos anfitriões, porém, pela ordem, deve conter: uma entrada (sopa ou creme), peixe ou crustáceo, um assado, sobremesa, queijo, frutas e/ou sorvete;
  • Evidentemente cada prato com a sua guarnição.

Atualmente para um número elevado de convidados poderemos simplificar os pratos e admitir o cancelamento do queijo e das frutas.

É importante, também, a ordem das bebidas: vinho branco seco, vinho tinto (acompanhando respectivamente os pratos) e para a sobremesa, vinho branco doce ou vinho do porto, café ou licor.

A água pode antecipadamente estar servida nos copos e reposta pelos garçons, constantemente.

Salientamos que nunca deverão ser apresentados: duas qualidades de aves, ou repetições de pratos semelhantes, mesmo que diferenciado pela maneira de prepará-los.

      Selecione uma região

      Resetar senha