Bebidas para Festa de Casamento

Os Buffets costumam incluir em seus serviços somente refrigerante, água, algum aperitivo e a champanhe.

Alguns podem até servir cerveja, mas as demais bebidas ficam por conta dos noivos, que devem comprá-las e orientar os garçons quando e como devem  servir.

É claro que todos esses detalhes são acertados com antecedência e o ideal é que conste no contrato quais os itens que o Buffet se compromete a oferecer e quais os que devem ficar por conta do casal.

Algumas pessoas preferem não servir bebidas alcoólicas nas festas por motivos religiosos ou até mesmo para evitar que alguns convidados excedam o consumo e provoquem situações desagradáveis.

Mas existe outra maneira de driblar esse problema:

Oriente os garçons para que evitem servir várias doses seguidas para a mesma pessoa.

Quanto aos tipos, o comum é optar pelo vinho e uísque, além da cerveja, e , no início do serviço do Buffet, alguns coquetéis com e sem álcool podem ser servidos, aumentando as opções e enchendo as bandejas de cores.

Mas e o vinho? Branco, tinto seco ou suave? O almoço e o jantar devem vir acompanhados dos vinhos mais indicados para cada prato. Prefira os brancos secos para ostras, peixes, ou lombo; e tintos secos para massas, carnes e frango. Vinhos doces e do Porto devem ficar reservados para as sobremesas. Na dúvida, consulte um Sommelier ou o Chef do Buffet.

Vinhos e uísques devem ser servidos na própria garrafa pelo garçom, que deverá oferecer o uísque em copos com gelo e o vinho em taças, que devem ter no máximo 2/3 preenchidos com a bebida.

A quantidade deve ser calculada conforme o estilo dois convidados e o prato a ser servido. Para evitar falta ou sobra, os buffets costumam oferecer as bebidas em consignação e os noivos só pagam pelo que foi consumido. No entanto, isso pode sair caro, então, antes de decidir, confira os preços nas adegas e nas distribuidoras de bebidas e veja se compensa utilizar o serviço do Buffet ou não.

      Selecione uma região

      Resetar senha